domingo, 4 de maio de 2008

Ainda

e saber que você ainda pensa em mim
e ouvir que você sente minha falta
e ler sua declaração
e tudo isso outra vez
pode ser ilusão.
mas diminuiu a minha tristeza
tornou meus dias menos sombrios
aliviou um pouco da minha dor
no fundo engana minha solidão.
e hoje chego a achar que vale a pena ter você por perto
mesmo tão longe.
me ajuda a viver.

9 comentários:

adaobraga disse...

Já vivi assim!
Hoje, depois de 18 anos passados, ainda penso nela! E pergunto: Voce ainda pensa em mim?

LindaRê disse...

Tenho medo dessas ilusões...
Bjs

Tudo ou nada ... disse...

Eu costumo dizer que em certas ocasiões é melhor ouvir uma agradável mentira, que uma dolorida verdade.
Bjos

Insolente disse...

Que amor, hein?
Mas como dói.
Abandono os meus assim. Deixo que se envenenem, se matem. Pra não viver esperando as palavras que me salvariam.

Pri Satiro disse...

Que triste! E ao mesmo tempo tão significativo.
Penso que a grande sacada da vida é aceitar os próprios sentimentos, independente de quais sejam...

Linda poesia!
Adoro passar por aqui!
Un grande beijo

Batom e etc ... disse...

Gostei muito do seu blog... vou passar sempre por aqui.

Iara disse...

oi querida:

" AINDA que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

Telma K. disse...

Tem certeza?

Camila Hardt disse...

Nossa, acho que isso foi pra mim. É exatamente o que eu vivo hoje..