quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

regras

Não te dei o direito de me olhar assim perdido. As regras são suas, apenas aceitei . Por que não quero abrir mão de você. Sinto que há dias em que estamos tão perto de quebrá-las. Quase posso sentir sua vontade.Quase consigo te tocar

Não caminhamos a mesma estrada. Não ando nas suas trilhas. Mas permito que se perca nas minhas curvas.

Sou eu quem olha distante. Quem fica de fora. Quem procura o teu rumo. Você comanda. Dirige, controla. E agora?

Virei o jogo, inverti o sentido. Aprendi as regras e as usei. Tive seus desejos na palma da minha mão. Com a ponta dos dedos deixei você encostar em minha vontade. No meu tempo.

Então levanta e não me olha assim. Não afasta sua sede de mim. As regras são suas.
E eu também.

16 comentários:

Clarice Lis disse...

Alma, seu texto tocou a minha alma e expos a sua. Amei! Parabéns!

Tudo ou nada ... disse...

Nossa .... intenso, profundo, forte. Isso q é uma declaração de liberdade e entrega.
P E R F E I T O !
Bjos

André Moinhos disse...

Eita!

Que declaração, hein?

Beijocas

a calma alma má disse...

=> Clarice, quem dera eu fosse capaz de tocar mais que almas...

=> Lu: são todas essas coisas juntas e bem misturadas. Tanto que até me confundem.

=> André: nem pensei em declaração, só queria colocar pra fora de mim.

Adao Braga disse...

Pode me enviar as regras descritas??

Iara disse...

Hun moça.

que profundo!!!

pena que nao tenho ng pra dize-las.

Murdock disse...

Só passando também...

Paola disse...

Que lindo!
Adorei!

Beijos

Bridget Jones disse...

Também imponho regrinhas nas minhas relações... mas elas são com doidos, então sempre são quebradas. O doido da vez decidiu quebrar a regra de dirigir o carro na chuva. Resultado: Bati o carro!

Mesmo assim, é regra que eles nos dirijam com cuidado, ne´m que seja pra finirmos que estamos sendo guiadas. É a regra...

a calma alma má disse...

=> Adão: as regras nunca foram escritas, é um acordo tácito..

=>Iara: às vezes me pergunto se vale a pena ter alguém sob determinadas condições...

=> Paolinha: obrigada flor. Linda é vc.

=> Bridget: dizem que as regras existem para serem quebradas não é mesmo?

Só Magui disse...

Melhor que não houvessem regras e que só valesse a liberdade.
http://somagui.zip.net

M.Cesar disse...

Só da pra dizer uma coisa... Uaaaauuu!!! To zonzo! Amei o que escreveu! Beijoooos

Leticia disse...

Intenso e verdadeiro.
Deve ser ruim enfrentar esse olhar , quem sabe o criador não canso das próprias regras?!
Que tal não usar as regras de outro e criar suas próprias?
Bjks Alma.

Caleydoscope Eyes disse...

Achei lindo!

Antonio Ximenes disse...

Alma.

A Transparência é uma qualidade admirável.

Porém.

Nos fragiliza.

Como se estivéssemos em carne viva e correndo o risco de nos machucar a todo instante.

A sua "alma" foi exposta no texto e ela brilha muito... e é muito linda.

Gostei demais.

Abração pra ti.

Andre M disse...

Texto muito interessante! Inteligente e natural.