quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Mulher moderna

Atualmente as mulheres assumiram diversas funções que antes eram apenas masculinas. Estamos ocupando nossos espaços. Muitas famílias são chefiadas por mulheres, estamos galgando postos cada vez mais altos no trabalho. E na balada, as mulheres vão à caça, dão em cima, escolhem a diversão daquela noite sem a menor expectativa de compromisso.
Tudo isso nos mostra que já estamos ali, de igual pra igual. Temos liberdade, pagamos nossas contas, somos donas dos próprios narizes.
Eu sei de tudo isso, mas acho que não fui criada para essa realidade. Tô rebolando pra me adaptar. Eu poderia dizer que meu lado “mulher moderna” encara a revolução das mulheres com naturalidade, entra na onda e se diverte, e não estaria mentindo. O que eu não sabia é que tem alguma coisa em mim que ainda escolhe os relacionamentos, que não faz por fazer... Descobri isso de uma maneira bem esquisita.
Um belo dia, ou melhor, uma bela noite, me envolvi com uma pessoa que era totalmente neutra pra mim. Tentei justificar com o discurso da mulher moderna: festa!!! Só diversão!!!! Mas não conseguia entender como foi acontecer, e fiquei muito incomodada. Foi aí que caiu a ficha. Mesmo que tenha sido só festa e diversão, não consigo simplesmente virar pro lado e fingir que não aconteceu, que não existe nada. Ou pior, não teria acontecido se não houvesse pelo menos alguma coisa. Acho que pra me graduar nesse curso de mulher moderna eu ainda tenho que cursar mais alguns anos...

11 comentários:

Adao Braga disse...

Querida, esse negócio de Mulher moderna é papo de conspiração. Mulher para o sistema, é tão somente, mão de obra barata e especializada.

Quanto aos prazeres, é um segundo passo: fazê-las achar que há prazer em dar prazer só pelo prazer. As futuras gerações estão já adaptadas!!!

Murdock disse...

Acho que tem muita mulher confundindo essa modernidade e se educando através de "Sex and the City" e achando que aquilo é coisa de mulher moderna. Na minha humilde opinião, mulher moderna tem que fazer o que se sente bem pra fazer, sem medo e sem apenas responder aos clamores populares e da moda, mídia e outras mulheres.

a calma alma má disse...

=> Adão: muito complicado isso aí. Dá pra explicar melhor?

=> Murdock: Sempre acreditei que o importante é bancar as atitudes, independente de quais sejam. Sempre agi de acordo com o que acredito, mas aguente a pressão da sociedade puxando a corda para o outro lado..

Bill disse...

Todos nós temos que procurar a graduação, ou pós-graduação, nesses assuntos, Calma Alma! Te digo duas coisas: não são só as mulheres; e parece que o tempo, ou seja, a experiência, não ajuda nada!
Deixei uns boleros tocando na redação, até o dia 1º chegar. Passa lá e dança um pouquinho!Bjo!

cesaraugusto@dr.com disse...

Bobagem a igualdade. A mulher só tem a perder. Toma cafezinho em pé,no balcão? Lástima. Numa mesa ficaria melhor acomodada. E poderia cruzar as pernas.
A mulher recebe. O homem visita. Eis uma diferença que jamais será dirimida, sob pena da extinção da espécie.
Você está certa. Minha admiração também, certamente.
Afetuoso abraço

Só Magui disse...

Eu acho que há um equívoco de entendimento .Mulher moderna é aquela que pensa por si só buscando uma influência menor do sitema machsita.Mulher moderna não é aquela que compete ou imita o homem mas busca a composição nela mesma.O resto é complô maxista para demoralizar a mulher.Mesmo porqeu homem promíscuo é o fim do fim.
http://somagui.zip.net

Bill disse...

Te convidei pra dançar, mas esqueci da música, né, Alma? Agora a banda já tá lá. Pode voltar pro salão!
Lembra de por meu link aqui. Aí, você não me esquece.Bjo!

Paola a Estranha disse...

Querida passei aqui para te desejar um ano novo repleto de alegrias, saúde e dindão no bolso. rs

Beijão

Nil Brito disse...

Acho que vou concordar com a opinião expressada pelo César Augusto ali em cima: o homem visita, a mulher recebe. Mudar certas coisas é causar esse tipo de angústia que vc tão bem expressou e que é muito mais comum do que se pensa. Parabéns pelo texto, Alma, e um ótimo 2008!

abs carinhosos do nil

Quem tecla não chora disse...

"O homem visita ,a mulher recebe"!!
Que bom termos amigos tão diversificados:)Nil Brito ,grande surpresa.Olhem ,essa frase dá um blog ,meus lindos,:)))
Beijinhos Alma.

Ana Vitória disse...

Se essa tal "liberdade" não passar a ser vulgar...

É tudo de bom!