quinta-feira, 2 de abril de 2009

Hormônios

Acordei com dor de garganta.
Raramente fico doente, por isso se estou com essa dor fico achando que é somático.
No mínimo eu não disse alguma coisa pra alguém e fiquei com o "discurso" preso na garganta.
No caminho para a fisioterapia começou aquela dorzinha de cabeça. Já cheguei na clínica com vontade de chorar.
A doutora me colocou na maca mais isolada, me prendeu nos fios dos choquinhos e me largou lá com meus pensamentos. Nesse momento a dorzinha já era enxaqueca e a vontade de chorar já eram lágrimas.
O mundo inteiro contra mim. O sol que não saiu. O estômago que dói. Os encontros por acaso.
Os insights. O lápis sem ponta. O sinaleiro fechado. O elevador que demora. As olheiras.
Hormônios. Hormônios. Hormônios.

3 comentários:

Anna Bueno disse...

TPM, Alminha??
Obrigada por ter me linkado.
Bjos!

Scarlet disse...

Sei exatamente o que é isto!!
Somos mulheres!!!

Niña disse...

O consolo é que faz parte de cada mulher... e depois passa.

Adorei o texto...

Bjinho