domingo, 7 de outubro de 2007

As coisas acontecem

Acho que o fato de estar prestes a fazer aniversário nos próximos dias tem trazido à tona assuntos relacionados com a tal da idade.
Como por exemplo: onde conhecer gente nova? (Leia-se: homens, prospects, futuros relacionamentos...) Sim, porque minhas amigas já desistiram de mim. Ainda me chamam para sair, mais em consideração à amizade do que por esperarem minha companhia. Não tenho ido muito para a balada mesmo. Ando tão cansada que chego em casa e só penso em cama (para dormir). E depois, sair à noite para encontrar meninos de 18, 20 anos com nada para conversar... Zero de paciência.
Eis que tenho um amigo dentista, 38 anos, recém separado. Inteligente, bonito, bom pai, gente boa mesmo. Pois ele acabou de se envolver com uma paciente. Disse que a moça foi lá no consultório em um dia que ele estava deprimido, chateado por que não estar mais vendo a filhinha todos os dias devido à separação. E a tal da paciente conversou com ele sobre o assunto, deu alguns bons conselhos com conhecimento de causa e daí pra frente ele ficava ansioso toda vez que tinha consulta.
Ele é super ético. Ficou enrolando dias para tomar alguma atitude. Só ligou para o celular da menina quando o tratamento acabou e mesmo assim começou bem de leve, com mensagens no celular e um café depois do trabalho. Achei isso muito legal. Fiquei imaginando por que estas coisas não acontecem comigo...

...

Voltei para o meu próprio tratamento dentário há duas semanas. Esse meu amigo dentista me indicou um colega que atendesse pelo meu plano. No início do ano fiz umas duas consultas e agora voltei. O colega dentista é um senhor muito simpático (um pouquinho demais) na casa dos seus 50, 55 anos.
Na minha última consulta, a assistente não estava. Assim que cheguei o Dr.Simpaticão perguntou quais as novas. Contei que ia tirar férias e ia para a praia. Ele perguntou se eu ia sozinha. Respondi que sim, claro. O Dr. Simpaticão achou um absurdo. Disse que na época dele isso era impossível, nunca ia acontecer de uma mulher tão bonita ficar sozinha. Perguntou se a solidão era uma opção. Falei que não ia deixar de ver o mar por falta de companhia. O Dr. Simpaticão não queria acreditar, perguntou qual praia, deu dicas de pousadas, de restaurantes maravilhosos, perguntou quanto tempo e onde eu ia ficar e o que pretendia fazer por lá. Contei que queria ler muitos livros e ficar lagarteando ao sol. O Dr. Simpaticão quis se jogar da janela. Imagina, que falta de romance ficar lendo.... (Mas meu Deus, eu estou indo sozinha!) Assim rolou a consulta, anestesia, barulhinhos horríveis, pronto, acabou. Foi bom pra você??? (!!!!!!!!) Respondi que eu estava meio anestesiada...Vamos marcar pra quinta? Falei que não queria ir na quinta, que vai ser meu aniversário e não é dia de dentista. Ele disse que antes de quinta as coisas lá não ficam prontas. Tá, venho na quinta, mas bem cedo. O Dr. Simpaticão não tinha horário na quinta e na outra semana já vou viajar né? Mas o Dr. Simpaticão vai desmarcar alguém pra me atender, é só eu ligar na quarta. Deu beijo e abraço apertado de tchau.
...

Quando for pedir ao universo alguma coisa, faça o pedido completo, e especifique bem todos os detalhes, por que o universo atende!!!

12 comentários:

Adao Braga disse...

Eu já li seus comentários lá nas Vacas... hoje, estou aqui.

Que bom encontrar você. Quanto a seu texto, concordo com o Dr. Simpaticão... no meu tempo, e o meu tempo, ainda é hoje que vivo, mulher não sairia sozinha...

Você vem pras bandas do Nordeste???

Um cheiro!!!

Tudo ou nada ... disse...

Calma, calma tudo acontece na hora e momento certo. Abra os olhos para o q realmente importa, nem sempre a idade e a beleza são tudo (ajuda muito rs)mas ñ deve levar isso a ferro e a fogo. Quem sabe já exista alguém em sua vida, e vc apenas ainda ñ notou?!
;o)
Bjão

a calma alma má disse...

> Adão, se eu pudesse já tava por aí... tô caçando o sol pra ver se perco um pouco do bronzeado branco parede. E venha sempre!! bjo

> Lu, é verdade, já existe alguém na minha vida! Eu amo meu travesseiro.. Faço juras de amor a ele todas as noites, hehehe. A coisa tá mesmo feia amigo, nada de novo no front. Ou na frente. bjo

Leticia disse...

Ah tem que saber pedir...quem sabe na praia?
O ambiente ajuda...boas férias alma.

Iara Alencar disse...

que chique voce tem terapeuta e ainda pode ir ao dentista se tratar!!!

eu nao cash pra isso :(

meu dente ta mal a mais de ano, mas grana que é bom ne pra isca.

Iara Alencar disse...

ta ai uma boa pergunta:

onde
como
de que forma
quando??

encontrar gente boa, badalada, pra amigos, companheiros, afins e etc??

to fazendo essa pergunta a tanto tempo, mas nao acho a resposta!!!

nao entendo!!

Paola a Estranha disse...

Hummmm.
Que delícia!
Boa sorte com o Dr. Simpaticão. rsrsrs
Beijão da Paola.

Adao Braga disse...

Obrigado... virei mesmo!!!

DM disse...

Hummmmmmm ..... Querida, nunca tive sorte com dentistas, tenho até um certo preconceito com a raçã, mas de fato, não dá prá generalizar ... O Dr, mais jovem, pareçe interessante, e o mais velho também ... Pelo que escreves não dá prá imaginar que uma vaca dessa magnitude permaneça sózinha !!! Enfim coisas da vida, torço por você!!! Vê se se anima MULHER!!!!


bEIJOS

Van disse...

Lindinha....
Tem presentinho procê lá em casa!
Aceita?

Beijucas

1ª lady newton disse...

Alma minha gatchinha!

Ja namorei 2 dentistas e vou te contar. São fofos. Tem alguns defeitinhos da raça (vide meu post nas pererecas ha um tempinho atras, eu conto tudo), mas compensam o sacrifício.

Na proxima consulta, coloca um perfuminho suave, regue a boca com Cepacol amarelo e aguarde os resultados positivos!

Muito franca? Dá certo!

Caleydoscope Eyes disse...

Incrível como parece que fui eu quem escreveu esse texto...hihihihihihih...As coisas sempre tendem a dar semi-certo pro meu aldo e eu sigo em busca de um romântico que saiba ser lobo mau e principe...aiai